Web Tv Pallotti Arapongas -Transmissão das Missas ao vivo

pallotti on livestream.com. Broadcast Live Free

terça-feira, 26 de junho de 2012

PRIMEIRA EUCARISTIA

EXAME DE CONSCIÊNCIA E ATIVIDADES ABAIXO:

Exercícios Para Imprimir – EUCARISTIA
1 – O Sacramento da _____________________ completa a iniciação cristã.
2 – A Eucaristia é o _____________________ da vida da Igreja.
3 – A Celebração Eucarística inclui sempre:
A proclamação da _____________________ de Deus;
A acção de __________________ (Agradecimento) a Deus;
A Consagração do ___________ e do _____________;
A ______________________ , isto é, a participação no banquete litúrgico pela recepção do corpo e sangue do Senhor.
4 – Cristo, na pessoa do Sr. __________________ torna-se presente no pão e no vinho.
5 – Quem quiser receber Cristo na Comunhão deve estar preparado para tal, deve _______________________ primeiro os seus pecados.

Soluções: Eucaristia, coração, Palavra, graças, pão, vinho, comunhão, Padre, confessar

                                                                           
                                                                             
Na nossa caminhada precisamos de força e, por isso, nós comemos para ficarmos mais fortes. Jesus no deu a Eucaristia que é o nosso alimento. Este é o Sacramento da Comunhão.
 Ler e Comentar: Jo 6,56.








     Objetos litúrgicos e móveis sacros:



Os sacramentos da nova Lei foram instituídos por Cristo e são em número de sete, a saber:

1. O Batismo,
2. A Crisma,
3. A Eucaristia,
4. A Confissão,
5. A Unção dos Enfermos,
6. A Ordem,
7. O Matrimônio.
Os sete sacramentos tocam todas as etapas e momentos importantes da vida do cristão.
O que é um sacramento?
O catecismo diz que "sacramento é um sinal sensível, instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo, para produzir a graça em nossas almas e santificá-las."
Os sacramentos são sinais de graças
A graça, que a teologia define "um dom sobrenatural de Deus", por causa dos méritos de Jesus Cristo, como meio de salvação, é tudo na religião católica, é suaseiva, o seu sopro, a sua alavanca.
Como provar a existência dos sete sacramentos?
É um dogma, definido pelo Concílio de Trento, que existem os sacramentos e que são em número de sete, condenando o erro protestante.
O Batismo:
Sua instituição e preceito estão positivamente marcados nos seguintes textos: "Em verdade vos digo, disse Jesus a Nicodemos, quem não renascer da água e do Espírito Santo, não pode entrar no reino de Deus" (Jo 3, 5)
A Crisma
Os atos dos apóstolos provam que o seu rito exterior consiste na imposição das mãos, diferente do batismo que utiliza a água.
A Eucaristia
 A palavra "Eucaristia" provém de duas palavras gregas "eu-cháris": "ação de graça", e designa a presença real e substancial de Jesus Cristo sob as aparências de pão e vinho.
Confissão
 A confissão consiste em um sacramento instituído por Jesus Cristo no qual o sacerdote perdoa os pecados cometidos depois do batismo.
Sobre o sacramento da Confissão, devemos analisar o seguinte:
 1) Os homens pecam
 2) É necessário obter o perdão desses pecados
 3) Nosso Senhor instituiu um sacramento para a remissão dos pecados
 4)) A confissão deve ser feita a um Padre.
 5) Diferença entre "atrição" e "contrição"
 6) O que é necessário para ser eficaz uma confissão?
A Extrema-Unção
 É o quinto sacramento instituído por Jesus Cristo, sem que saibamos em que época o instituiu.
A instituição da extrema-unção decorre destas palavras de S. Tiago: "Está entre vós alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor. E o Senhor o aliviará, e se estiver em algum pecado ser-lhe-á perdoado" (Tgo 5, 14-15).
A Ordem
 A Ordem é o sacramento que dá o poder de desempenhar as funções eclesiásticas, e a graça de fazê-lo santamente.
O Matrimônio
É o último na série dos sacramentos. O casamento que era antes de Jesus Cristo mero contrato, é um verdadeiro sacramento da nova lei. Não sabemos exatamente o tempo nem o lugar em que Jesus Cristo instituiu este sacramento;


                                                                  Lembrete:
            - a Hóstia é feita de pão de trigo sem fermento e água; não é doce;
            - a Hóstia comunga-se “comendo” e não “engolindo”;
            - os meninos comungam da forma mais comum “pela boca”;
            - a Hóstia não se destina a alimentar o “estômago”, mas é alimento da “alma”, do “coração”, se quiserem;
            - Na Hóstia consagrada na Missa, manifesta-se a presença real e substancial de Jesus ressuscitado. É o modo por excelência da presença de Jesus. Não se brinca com a Hóstia!
A Santa Missa é o mais precioso Bom que Deus nos deu.
Ali Jesus relembra ao Pai do Céu que Ele derramou Seu Preciosíssimo Sangue por nós na Cruz, para que nós possamos ser purificados dos nossos pecados.
Por isso nós nos arrependemos dos nossos pecados, em primeiro lugar.
Depois nós oferecemos ao Bom Deus pão e vinho e nós mesmos.
Na Consagração o Sacerdote fala as Santas Palavras através das quais Cristo Jesus transforma o Pão e o Vinho no Seu Corpo e Sangue. Por isso ficamos ajoelhados nessa hora e adoramos Jesus.
Na Santa Comunhão Jesus vem ao coração dos filhos de Deus que O amam.
Agora então, cheios da Graça de Deus voltamos para Casa .
As principais partes da Santa Missa são:         
Ofertório, Consagração e Comunhão.

No Confessionário

Muitas vezes antes da Confissão você precisa esperar até que chegue a sua vez. Aproveite este tempo para rezar. Faça de novo de todo o coração um ato de contrição.

1.   Exame de Consciência (pensar)
2.   Arrepender
3.   Melhorar, corrigir-se (Propósito)
4.   Penitência.

1.   Ao chegar ao confessionário ajoelhe-se. Durante a bênção do Sacerdote faça devotamente o sinal da Cruz e diga:
“Confesso hoje pela primeira vez. Com humildade e arrependimento confesso os meus pecados”.
E agora diga os seus pecados ao confessor. Você pode utilizar as anotações que fez no lembrete ou dizê-los de memória.

Na Confissão não fale demasiado baixo para que o confessor possa bem entendê-lo; nem fale alto para que os que estão de fora do confessionário não o ouçam. Não tenha medo de dizer também aqueles pecados, dos quais você se envergonha. Quanto mais humilde e sincera for sua confissão, com tanto mais amor e misericórdia corresponderá o Divino Salvador.
Em todas as outras confissões diga: “Minha última confissão foi há... semanas. Com humildade e contrição confesso os meus pecados.”

2.   Ao final diga: “Estes são os meus pecados dos quais me arrependo sinceramente e peço absolvição” ou “ Meu Jesus Misericórdia!”

3.   Agora escute com atenção os conselhos que o confessor lhe dá. Ele representa o próprio Deus. No final ele lhe dará uma penitência, ao que você responderá: “Deus lhe pague!”

4.   Então o Sacerdote lhe dará a absolvição. Este é o momento em que Jesus pela palavra do Sacerdote lava e purifica a sua alma de todos os pecados. Nesse momento o sacerdote diz: “Eu te absolvo dos teus pecados em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.” E você de mãos postas faz agora o sinal da cruz e responde: “Amém!”.

5.   Depois o Sacerdote diz: “Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo” e você responde: “Para sempre Seja louvado”. Amém! Então você sai do confessionário e reza com devoção sua penitência, de preferência diante do Sacrário, onde Jesus mora. Agradeça a Ele de todo o coração Sua Misericórdia e Seu Amor e as graças recebidas.

Confesse-se entre cada 3 a 5 semanas, mesmo se não tiver pecados graves, pois em todo o caso receberá as graças da Confissão :
Horror ao pecado,
A virtude do amor e
Sobretudo o aumento da graça santificante.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

É Dever do Bom Cristão! Compromissos da Criança Missionária.