terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Epifania do Senhor

                                                                               


                                                                           

                                           
                                                                           
                                                                              


Epifania — palavra grega, significa entrada poderosa, chegada solene de um rei ou imperador tomando posse de um território; ou da aparição de uma divindade ou de sua intervenção prodigiosa. Para nós, cristãos, é a festa da manifestação de Jesus, que veio para todos os povos.
Deus se manifesta a todos os que o buscam e o querem acolher. Assim foi que os magos, vindos do Oriente, seguindo a estrela, che garam a Belém, onde encontraram o Menino e sua Mãe; adoraram- No e fizeram suas ofertas (cf. Mt 2,1-12).
 No Natal lembramos a manifestação do Senhor aos seus concidadãos, representados pelos pastores. Na Epifania voltamos nosso olhar para os outros povos e nações, representadas pelos magos.
 A Epifania é a revelação da ternura do Deus que deseja salvar a todos. Contudo, ele só será salvação se a comunidade se colocar em sintonia com a salvação que é oferecida a todos.
 Deus na sua bondade alimenta nossos sonhos de paz e oferece sinais. Os sinais de Deus não são os mesmos: os magos tiveram a estrela: Herodes teve a palavra dos magos; os judeus tiveram a Escritura. Deus continua falando de muitas maneiras. O importante é pôr-se em atitude de busca. 
A Epifania retoma o Natal de Jesus celebrando a sua humanidade manifestada a todos os povos. Traz consigo a mística de que a salvação destina-se a todos: “Levanta-te e brilha, Jerusalém, olha o horizonte e vê. Sobre todas as nações brilha a glória do Senhor” (Is 60,1).
Manifestemos hoje o Redentor de todos os povos e façamos deste dia a festa de todas as nações. Epifania é a festa da chegada da Paz para todos os habitantes da terra. É a festa do encontro da paz com  as culturas, religiões e crenças.                                                      

Nenhum comentário:

Postar um comentário