sábado, 25 de janeiro de 2014

Conversão de São Paulo


Em 25 de janeiro a Igreja celebra a festa litúrgica da conversão de São Paulo. Esta conversão é a mais significativa de toda a história da Igreja, tanto pela transformação radical desse homem, como pelas conseqüências que desencadeou.
O Evangelista Lucas menciona três vezes a conversão de Paulo no livro dos Atos dos Apóstolos (capítulos 9, 22 e 26): No capítulo 9 há uma narrativa na visão do Evangelista, e no capítulo 22 o Evangelista apresenta a história da conversão sendo contada pelo próprio Paulo em um discurso aos judeus, já no capítulo 26 trata-se do discurso de Paulo feito ao Rei de Agripa.
Em resumo, trata-se da história de um homem chamado Saulo – que era um severo perseguidor de cristãos – que encontra-se face a face com Jesus Cristo vivo e ressuscitado. O Senhor o interpela, pergunta por qual motivo ele O persegue: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” (At 9, 4). Confuso, Saulo fica cego e é conduzido a Damasco. Em Damasco Saulo encontra-se com Ananias que lhe comunica a missão à qual é destinado. Saulo aceita a missão, recupera a visão e é batizado. Desde então Saulo passa a ser Paulo, missionário do Cristo vivo.
É no capítulo 26 que identificamos a melhor descrição da missão de Paulo, pois nela identificamos a conversão que se transforma em vocação. “Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra o aguilhão. Então eu disse: Quem és Senhor? O Senhor respondeu: Eu sou Jesus, a quem persegues. Mas levanta-te e põe-te de pé, pois eu te apareci para te fazer ministro e testemunha das coisas que viste e de outras quais hei de manifestar-me a ti. Escolhi-te do meio do povo e dos pagãos, aos quais agora te envio para abrir-lhes os olhos a fim de que se convertam das trevas à luz e do poder de Satanás a Deus, para que, pela fé em mim recebam perdão dos pecados e herança entre os que foram santificados.” (At 26, 14-18)
São Paulo é exemplo de fidelidade a Cristo preferindo a morte a negá-Lo diante de quem quer que seja: Para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Fil 1, 21). Sua vida destinou-se a pregar o Evangelho de Jesus Cristo, sendo testemunha no meio de homens de todas as religiões e culturas diferentes.
Senhor Jesus dai-nos a graça da conversão, retira-nos do meio daqueles que Te perseguem, nos faça seguidores Teus sendo obedientes ao Teu chamado e fiéis no anúncio do Evangelho. Conceda-nos, pela Fé, a reconciliação e o convívio com os Santificados. Reconhecemos a Ti como único caminho de salvação. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário