quinta-feira, 2 de junho de 2016

Santos Juninos


Dia 13 de junho a Igreja Católica celebra o dia de Santo Antonio.
Mas quem foi este homem tão amado o qual tantas pessoas lhe são fiéis e confiam na sua intercessão junto a Deus?
Seu nome era Fernando e nasceu no dia 15 de agosto de 1195 em Lisboa, Portugal. Era franciscano e tornou-se conhecido como um grande pregador. Fixou-se em Pádua, reformou a cidade, acabou com a prisão de devedores, ajudou os pobres e morreu em 13 de junho de 1231 aos 36 anos. Foi canonizado em 30/05/1232 pelo Papa Gregório IX, e indicado Doutor da Igreja em 16-01-1946 por Pio XII com o título de “Doutor Evangélico”.
Era chamado o “Trabalhador Maravilha” pelos seus muitos milagres, é o padroeiro dos casais, e um santo popular para encontrar itens perdidos. No Brasil é o Santo casamenteiro e é invocado pelas moças solteiras para encontrar um noivo.
O milagre dos peixes: Santo Antonio faz um sermão aos peixes, no rio Marecchia porque os homens de Rimini não o querem ouvir. Os homens, ao verem todos os peixes com a cabeça fora da água como que ouvindo as suas palavras, eles arrependem-se e dirigem-se para junto do Santo, ouvindo o sermão.

O milagre do jumento: Um herege não acreditava que Cristo de fato estava presente na Eucaristia. Santo Antonio diz que o jumento que o homem tinha, era menos teimoso e que seria mais fácil convencê-lo. Ao ver a hóstia, o jumento ajoelha-se.

Em 1236 fizeram o traslado do seu corpo e foi possível encontrar a língua do Santo, perfeitamente rosada, no corpo já em decomposição. A língua ficou como relíquia lembrando que aquela língua anunciou a palavra de Deus ao mundo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário